Pérolas humanas

- Filosofia -

Certamente para dificultar a ação dos brutos, a Natureza procura preservar seus prodígios através da reação defensiva, ou pela sutileza da aparência simplória.

Na primeira forma temos os espinhos da roseira protegendo a rosa. Na segunda, disfarces em profusão: o diamante em sua condição natural è uma pedra opaca, de superfície irregular, e que nada revela das maravilhas de sua translucidez, luminosidade, transparência e brilho. A pérola se oculta no recôndito esconderijo das entranhas de uma pobre ostra estacionária e de aparência repulsiva.

Enquanto a rosa, protegida dos predadores suscita o romantismo contemplativo; as maravilhas do diamante só afloram através do gênio empreendedor do homem; e a pérola precisa libertar-se da ostra; há também as "pérolas" humanas que, disfarçadas na aparência singela, carecem de reconhecimento sutil para revelar sua doçura, até para si mesmas.

Conhecer pessoas, é assim como garimpar pedras preciosas. A gente junta as pedras, para das pedras a Pedra separar. E a gratificação não vem da posse, mas da descoberta. 

13 comentários:

  1. Quanta sensibilidade, mestre! O brilho da alma é raro e valiosíssimo, nem todos conseguem cultivar pq demanda esforço íntimo na busca da melhoria moral, emocional, humana... Ser educado, genti e doce com o próximo, independente de quem seja, está em vc! Saudades.

    ResponderExcluir
  2. E muitos,juntam as pedras,e na hora "H",
    "A PEDRA",não conseguem separar.

    ResponderExcluir
  3. E ainda tem aquele,das pedras,"A PEDRA"a separa.
    Inicia-se a lapidação."A PEDRA" reluz.
    No entanto,seu brilho intenso,ofusca a visão não
    preparada do lapidário,o que ele faz:atira-a fora.
    E nova garimpagem...
    Filósofo: Por quê?

    ResponderExcluir
  4. Daniel cabeleireiro12 de janeiro de 2012 22:04

    Estimado amigo, visto que como sabes convivi,eu e meus irmãos com uma pedra de grande valor, mas que só mostrou-se no final. Por isso creio no ser transformado pela razão do entendimento que há em Cristo Jesus. As "pedras estão em toda parte cabe a nós encontra-las [conhece-las] e compartilhar do melhor. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Querido amigo, você diz tudo quando se refere a gratificação,quanto a separação das pedras, ela não é posse e sim uma descoberta e quando isso acontece, ela jamais, deixará de estar e se sentir útil, feliz e enfim, agradecida com quem a reconheceu.
    Te agradeço por me considerar "uma peróla" você também o é, para mim.
    Receba meu abraço, muito carinhoso e cheio de respeito.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Ser uma "Pérola Humana" é ter a proteção divina em nossas vidas! A criação de Deus é perfeita em todos os aspectos, ele teve o cuidado de criar-nos a sua semelhança. E voce meu "Querido" é a prova em vida que os homens podem ser lapidados, e vermos a sua essência através de sua filosofia de vida. Voce é pura essência .... Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. >Sem noção!!!!!!!!
    >Num blog desta estirpe,
    >com postagens filosóficas,
    >magníficas.
    >É lamentável ler comentários
    >desse nível.
    >Meus sentimentos Mestre/Filósofo.

    ResponderExcluir
  10. >Pelo que vejo,minha postagem acima,de ontem,surtiu efeito.
    >O administrador teve o bom senso de remover o tal comentário.
    >Assim,a imagem do blog,do Mestre/Filósofo não é denegrida.
    >Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Adorei este texto Amorim, saber reconhecer uma pérola é enxergar com os olhos da alma, para que o olhar humano seja realmente divino somente assim conseguiremos sentir o permufe de lindas rosas que não por acaso entram em nossas vidas, estas pérolas são amantes do amor a espera do humano que possa ser capaz de reconhecê-las.

    E não são poucas as pessoas que não sabem reconhecer as pérolas que já encontraram pelo caminho e as que estão bem ao seu lado, e sabe por que? Simplemente porque não aprenderam a ser humanas.

    Grande abraço de quem o admira meu amigo.

    Marília Chagas.(Paraíba).

    ResponderExcluir
  13. Lindo texto amei. obrigada Mestre Amorim. Sandra Alves. Portugal

    ResponderExcluir

Páginas